Divirta-se: Benjamim Taubkin lança disco com os percussionistas Simone Soul e Guilherme Kastrup

sons divirtase

por Eduardo Tristão Girão – EM Cultura.

O pianista Benjamim Taubkin vive momento de intensa atividade. Ele gravou disco com o saxofonista colombiano Antonio Arnedo e com um grupo de música tradicional da Coreia do Sul. Passou pelo Marrocos, onde tocou com artistas locais que marcaram presença em seu álbum Al Qantara. Na Espanha, fez shows e palestras em universidades. Mas o paulistano não deixou suas articulações no Brasil de lado, como prova o CD instrumental ‘Sons de sobrevivência’ (Núcleo Contemporâneo).

O novo trabalho, parceria com os percussionistas Simone Sou e Guilherme Kastrup, é composto por sete temas escritos pelos três (separadamente ou juntos). “Eles já tinham o duo Soukast e desenvolveram essas composições para bateria, percussão e eletrônicos. Em 2010, os dois me convidaram para uma apresentação e o resultado foi muito bacana. Ficamos animados a continuar”, lembra o pianista.

Ainda que a base do disco já estivesse definida, foi no estúdio que o trio deu forma definitiva às composições. No caso de ‘Pifaiada’, que abre o repertório, Taubkin compôs a parte harmônica e os contracantos do piano nos ensaios. As demais ele compôs praticamente em “tempo real” durante as gravações. “Posteriormente, acrescentamos algumas partes eletrônicas a todas as faixas, mantendo no estúdio o que fizemos ao vivo”, acrescenta.

Há pontos bastante interessantes no disco, como o diálogo entre Simone e Kastrup em ‘O tocador’, envolvendo pandeiro e panelas, entre outros objetos. Já em ‘Choro bororo’, Benjamim surpreende ao compor sobre samples de falas de índios. Já na bela ‘Improviso (e o que veio depois)’, eles demonstram como sua afinidade realmente funciona bem, pois o tema foi criado, de fato, de improviso.

Para ler mais acesse: http://divirta-se.uai.com.br/app/noticia/musica/2014/11/30/noticia_musica,161990/benjamim-taubkin-lanca-disco-com-os-percussionistas-simone-sou-e-guilh.shtml