Audição do cd SONS DE SOBREVIVÊNCIA.

guisons de sobrevivencia

Audição do CD Sons de Sobrevivência
com a participação dos músicos
21 de Novembro | sexta
20h | gratuito – Casa do Núcleo Contemporâneo.

Para celebrar o lançamento do disco Sons de Sobrevivência dos músicos Simone Sou, Gulherme Kastrup e Benjamim Taubkin, a Casa do Núcleo abre suas portas, promovendo a audição do CD em uma festa de comemoração ao bonito trabalho.

Um convite para uma apresentação conjunta foi o suficiente para Benjamim Taubkin participar do trabalho do duo SouKast (Simone Sou e Guilherme Kastrup). Desse encontro e das experiências de buscar a vida criativa, surgiu Sons de Sobrevivência.

+++

“Do encontro entre duas almas atraídas pelos tambores nasceu o SOUKAST. Duo com a minha parceira Simone Sou. Dois “galego-dos-zoio-azul-e-pé-preto”, como ela mesma nos apelidou um dia! Tivemos como ponto de partida o desafio de fazer música somente com nossas percuterias e samplers. Criamos um repertório e um espetáculo, nos divertimos um bocado e passamos a convidar amigos pra passear e participar dessas paisagens sonoras.
Até que a música nos aproximou do Benjamim, que eu já admirava de longe havia muito tempo. Sua sensibilidade deu cor e forma às harmonias e melodias que estavam implícitas nas nossas composições. As paisagens, assim, ganharam uma amplitude ainda maior e mais iluminada. Esse disco é o resultado desse encontro”.
Guilherme Kastrup.

“Em 2010 recebi um convite pra tocar em um concerto com o SouKast – o duo do Gui com a Sou. Já havia curtido muito o duo ao vê-los em uma apresentação na Dinamarca. E sempre fui muito fã dos dois. Assim que foi com alegria que recebi este chamado. Fizemos esta apresentação em uma série instrumental do SESC. E aconteceu tudo da melhor forma. Tocamos peças ensaiadas e improvisamos.
A minha participação desde o primeiro encontro, se deu criando em cima do que eles já haviam composto. Fui imaginando harmonias e melodias, sobre as peças por eles criadas e que soam muito bem só com o duo, como vocês podem ouvir no Tocador.
Nas gravações, as partes acústicas foram tocadas ao vivo, no estúdio. Com as MPCs de cada um deles, sendo também tocadas em tempo real. E posteriormente criamos – o Gui e eu – alguns sons eletrônicos. O resultado aí está – Sons de Sobrevivência. Que nos permite seguir criando, trabalhando e imaginando para um tempo não tão distante, um mundo melhor”.
Benjamim Taubkin

“Subviver, Sobreviver, Superviver…
O nosso som VIVE.
São sons de vivências humanas, encontros e acontecimentos, sonoros movimentos.
E fantasia.”
Simone Sou